Fogo junto ao Amadora-Sintra não ameaçou o hospital

Um incêndio deflagrou hoje à tarde numa zona de mato rasteiro nas traseiras do Hospital Amadora-Sintra, mas sem ameaçar o edifício, segundo fontes da unidade de saúde e dos bombeiros.

Fonte hospitalar indicou à Lusa que o fogo deflagrou, cerca das 15.36, a mais de 300 metros do edifício e "longe da parte clínica", pelo que não obrigou à retirada de pessoas.

Fonte dos Bombeiros da Amadora referiu que o incêndio lavrou numa encosta junto ao hospital virada para a Serra de Carnaxide.

Cerca das 17:15, o comandante dos Bombeiros da Amadora, Mário Conde, disse à Lusa que o incêndio estava controlado, mantendo uma frente ativa e obrigando à mobilização de 15 viaturas e 42 operacionais.

Segundo o responsável, que confirmou não haver necessidade de evacuar o hospital, o fogo começou na zona do heliporto da unidade de saúde - ou seja, dentro do perímetro do hospital -, mas as chamas foram empurradas para a serra pelo vento.

No local estiveram 15 viaturas e 42 bombeiros das corporações da Amadora, Algés e Carnaxide (concelho de Oeiras) e Queluz (município de Sintra).

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG