Detido por contrafação de cartões e burla informática

A Polícia Judiciária anunciou hoje a detenção de um homem e a constituição de outro como arguido por suspeita da prática de vários crimes de contrafação de cartões bancários e de burla informática.

De acordo com a PJ, a investigação da Unidade Nacional de Combate à Corrupção teve início há seis meses.

O principal suspeito foi detido no cumprimento de mandados de busca domiciliária e foram apreendidos cartões bancários totalmente contrafeitos, três computadores portáteis, nove telemóveis e diversa documentação com interesse para a investigação.

O suspeito tinha na sua posse dados de dezenas de cartões bancários passíveis de serem utilizados em compras na Internet.

O modo de atuação consistia na cópia de dados de cartões bancários de entidades financeiras estrangeiras, gravação desses dados em cartões ilegítimos e posterior utilização dos mesmos em compras em estabelecimentos comerciais e na internet.

De acordo com a PJ, o suspeito detido, de 40 anos, terá comprado viagens de avião, vendendo-as de seguida a preços inferiores aos do custo.

O suspeito já estava referenciado pela polícia por crimes semelhantes e depois de ser presente a tribunal ficou em prisão preventiva.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG