Subcomissário da PSP "está consciente de que exagerou"

Colega do polícia processado adiantou que Filipe Silva "perdeu a cabeça" quando o adepto lhe disse: "vai-te f..."

O subcomissário Filipe Silva, filmado por uma televisão a agredir à bastonada um adepto do Benfica, caiu em si logo a seguir aos incidentes de domingo junto ao estádio vimaranense. Um colega do comandante da Esquadra de Investigação Criminal da PSP de Guimarães garantiu ao DN que o oficial "está consciente que exagerou" e que já transmitiu isso a amigos logo a seguir aos acontecimentos. "Ele errou, está consciente que exagerou mas perdeu a cabeça quando o indivíduo se virou para ele e disse: "Vai-te f..., vai para a p... que te pariu".

Filipe Silva saiu de sua casa em Guimarães, onde vive com a namorada, e resguardou-se em casa do pai, como já tinha noticiado o JN. "Está muito em baixo", disse um colega muito próximo do oficial, assegurando que nem ele nem outros amigos conseguem contactá-lo por telemóvel. Uma das últimas vezes que um amigo polícia falou com ele, anteontem, foi via Messenger.

Os pais que o oficial sempre ajudou e a namorada são o seu conforto numa altura em que os ódios inflamados no facebook "já chegaram ao ponto de ameaças diretas ao subcomissário", como disse um polícia.

Visto como um durão ao estilo Rambo por alguns dos homens que comanda, o subcomissário de apenas 30 anos é também uma "referência de liderança" no anterior posto que teve, há quase um ano, como comandante da Esquadra de Investigação e Intervenção Policial de Braga. Foram vários os polícias dessa esquadra que quiseram testemunhar ao DN sobre as qualidades de Filipe Silva como líder, um oficial jovem que granjeou o respeito dos subordinados mais velhos. "É exigente com ele e com os outros. Para o Filipe Silva a lei é para cumprir", contou um desses agentes.

Leia mais no epaper ou na edição impressa do DN

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG