"Sou um secretário-geral duplamente feliz"

António José Seguro disse ser um "secretário-geral duplamente feliz" à saída do primeiro dia do XVIII Congresso Nacional do PS, a decorrer em Braga, e depois de mais de uma hora de discurso.

"Posso dizer uma coisa, sou um secretário-geral duplamente feliz: pelo que se passou hoje no congresso e por finalmente haver congresso no PS", disse António José Seguro aos muitos jornalistas que o confrontaram no final do discurso.

E sem "mais nada a acrescentar", porque haverá a "oportunidade" de o "ouvir também no domingo", afirmou sorridente estar "muito satisfeito" com o primeiro dia de congresso no qual o PS esteve "reunido" e "unido" tendo mesmo contado com a "participação de independentes nos debates" que decorreram durante a tarde.

Questionado sobre as diferenças do PS actual com o liderado por Sócrates garantiu que "o PS é sempre o mesmo, de valores, com os seu princípios, com a sua declaração de princípios".

Salientou porém ser "normal que cada líder imprima um mote próprio de liderança de acordo com a moção que apresenta".

Os trabalhos recomeçam este sábado pelas 10:00 no Parque de Exposições de Braga.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG