Sócrates nega acordo com FMI

no primeiro frente-a-frente desde a derrota de manuel alegre, o líder bloquista atacou o primeiro-ministro pelas alterações à lei dos despedimentos.

louçã perguntou a sócrates se nas reuniões regulares que mantém com delegações do fmi fez algum acordo para tomar medidas com impacto económico e social.

depois do "não" do primeiro-ministro, o bloquista atirou: "então a redução das indemnizações por despedimento saiu mesmo da sua cabeça..."

sócrates acusou be e pcp de mentirem sobre o fundo que o governo quer criar para pagar parte das indemnizações.

"o fundo é para garantir que são pagas as indemnizações e esse fundo é pago pelas empresas."

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG