Sócrates está numa cela do setor feminino da prisão

A zona conhecida por "setor feminino" da prisão nunca acolheu mulheres. Na cela do preso 44 esteve o ex-diretor do SEF.

Sócrates está a cumprir prisão preventiva na cadeia que o seu governo mandou construir em 2007 para membros das forças de segurança, militares e magistrados, em Évora.

O ex-primeiro-ministro está no chamado "setor feminino", que tem duas celas individuais e onde nunca foram acolhidas mulheres. A cela de Sócrates, que tem cerca de 12 metros quadrados e um pátio privativo em frente, chegou a ser preparada para receber a inspetora da PJ de Coimbra Ana Saltão, acusada de homicídio (e absolvida em primeira instância) mas a arguida não chegou a cumprir preventiva em Évora.

Dias antes da chegada de Sócrates, esteve detido nessa mesma cela o ex-diretor do SEF Manuel Palos, acusado de corrupção no processo "vistos gold", e que hoje foi para casa em prisão domiciliária.

O ex-primeiro-ministro tem um pátio privativo em frente da cela mas, em contrapartida, não tem banho quente porque o cilindro avariou. Terá de tomar duche no balneário coletivo.

Atualmente o estabelecimento prisional de Évora tem 47 reclusos. Desses, 35 são elementos da PSP, seis são da GNR, quatro são guardas prisionais e há ainda um inspetor da PJ (João Sousa, da PJ de Setúbal, em prisão preventiva por causa do caso da "rede do ouro") e um elemento da Polícia Marítima, segundo fontes prisionais.

José Sócrates pode frequentar o ginásio da prisão, a biblioteca ou a sala de tapetes de Arraiolos. Se quiser continuar a praticar jogging a melhor alternativa é o pátio coletivo, durante o período de recreio (duas horas de manhã e três horas à tarde).

O preso número 44 almoçou hoje na cela cozido à portuguesa e jantou, pelas 18.30, o prato de esparguete com carne.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG