Secretaria de Estado da Administração Pública invadida

Cerca de 30 sindicalistas invadiram hoje as instalações da Secretaria de Estado da Administração Pública, em Lisboa, e recusam-se a abandonar o local enquanto não forem recebidos pelo secretário de Estado, disse à agência Lusa um dirigente sindical.

"Chegámos pouco antes das 11:00. Fomos recebidos pela chefe de gabinete, mas dissemos que só saímos daqui depois de nos reunirmos com o secretário de Estado ou de ser marcada uma data urgente para reunirmos", afirmou o presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Administração Local (STAL).

Em causa estão os acordos do STAL com dezenas de câmaras municipais que estabelecem as 35 horas de trabalho semanais e que aguardam despacho do governante.

Segundo Francisco Braz, o secretário de Estado "tem nas mãos oito dezenas de acordos a que não responde".

"Fez a lei, não a cumpre e ainda congela o trabalho dos outros", criticou.

O STAL pediu no dia 09 de janeiro uma reunião urgente com o secretário de Estado para debater esta matéria, que não foi marcada, e avisou hoje de manhã através de um ofício que iria enviar uma delegação à Secretaria de Estado.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG