Se quer alunos de sucesso confie nos professores e não nos exames

Investigação da Universidade Nova conclui que avaliação dos docentes no secundário está mais ligada ao desempenho dos alunos no superior do que a nota das provas nacionais.

As notas que os estudantes conseguem ao longo do ensino secundário dizem mais sobre como vai ser o seu desempenho na universidade do que os resultados que têm nos exames nacionais. A conclusão é de Dino Alves, da School of Business and Economics da Universidade Nova de Lisboa, que na sua tese de mestrado em Economia provou esta ligação. Os resultados, acredita o autor, podem ajudar as instituições de ensino superior a mudar o peso dado a cada uma das condições de acesso (atualmente a nota de exame pesa entre 35 a 50% na nota de candidatura).

No estudo Determinantes do Sucesso, o aluno de 24 anos analisou o percurso de 363 estudantes das licenciaturas de Economia e Gestão que entraram no ensino superior em 2009/10, com o objetivo de "prever o seu sucesso educativo". Para isso foram analisados dados como as áreas de estudo no secundário (Ciências ou Economia), o tipo de escola (pública ou privada), a nota no exame de Matemática (que é o específico para entrada nestes cursos) e o desempenho no curso superior. Dino Alves chegou à conclusão que "o resultado mais robusto era a correspondência entre a nota do secundário e a nota do superior".

Leia mais na edição impressa ou no e-paper do DN.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG