Santana da Carnota sem consultas há dois meses

A população de Santana da Carnota, concelho de Alenquer, está há dois meses sem consultas médicas na extensão de saúde local devido a falhas do sistema informático, denunciaram hoje a junta de freguesia e a comissão de utentes.

"O centro de saúde está encerrado há dois meses. A médica vem dar consulta, mas como o sistema informático vai abaixo, acaba por se ir embora para Alenquer, sem dar consultas", afirmou, presidente da Junta de Freguesia de Santana da Carnota, Nuno Granja.

O problema, que se mantém há dois meses, leva a comissão de utentes da freguesia a levantar críticas e receios: "Estão a tapar os olhos às pessoas, porque parece que estão a fazer tempo para que o contrato da médica termine em junho para encerrar a extensão de saúde", disse Odete Nascimento, da comissão.

A falha informática impede não só a marcação de consultas, mas também a emissão das receitas médicas e do comprovativo de pagamento das taxas moderadoras.

"Ando a pagar os medicamentos do meu bolso, sem comparticipações, porque não consigo ter uma consulta", queixou-se à agência Lusa Maria da Glória Andrade, 45 anos. A utente deslocou-se hoje às 06:30 à extensão de saúde mas, tal como nas últimas duas semanas, não conseguiu obter consulta.

Contactada pela Lusa, a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo remeteu os esclarecimentos pedidos para quinta-feira.

A extensão de saúde possui um único médico para cerca de 1.500 utentes inscritos, ainda que nenhum tenha médico de família atribuído.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG