Rui Rangel condenado a pagar 1114 euros a clínica estética

O Tribunal Cível de Lisboa condenou hoje o juiz desembargador Rui Rangel ao pagamento à Clínica Perfect-Shape de 1114 euros, acrescidos de juros, num litígio relacionado com tratamentos de modelação corporal para redução do abdómen.

Na decisão da juíza de pequena instância cível, a que a Lusa teve acesso, é ainda determinado que o pagamento daquela quantia se faça, acrescida de juros desde 27 de Fevereiro de 2010.

A clinica havia intentado uma ação contra Rui Rangel - o mediático magistrado que foi candidato à presidência do Benfica - a reclamar o pagamento de 2.304 euros, acrescidos de 80,70 euros de juros de mora, pela realização de três tratamentos de modelação corporal.

Rangel alegou que apenas efetuou dois tratamentos, mas o tribunal cível entendeu, na sentença, que o réu não apresentou "prova testemunhal ou documental que corroborasse a versão por si apresentada de que o primeiro tratamento seria gratuito" ou que a Perfect-Shape lhe teria "prometido qualquer resultado".

Juiz desembargador no Tribunal da Relação de Lisboa, Rui Rangel presidiu à Associação dos Juízes pela Cidadania, foi candidato à presidência do benfica e é um dos participantes no programa de informação Justiça Cega da RTP.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG