Rita estava no hospital quando João lhe pediu casamento

(Com vídeo) Relação. Momento estava a ser planeado, mas internamento precipitou pergunta. Casal candidatou-se por sugestão de uma amiga.

Há algum tempo que João Taborda planeava o momento em que iria pedir Rita Resende em casamento, mas, quando a jovem foi internada devido a um problema de saúde, depressa percebeu que o melhor era mesmo não perder mais tempo. "Eu estava numa cama de hospital e ele ajoelhou-se", recorda a advogada de 25 anos, que gosta "de tudo muito tradicional". Não é, por isso, de estranhar que, quando o casal decidiu passar a partilhar casa ainda este ano, a oficialização da relação durante 2014 se tenha tornado um passo indispensável.

A sugestão para concretizarem um sonho para o qual não tinham capacidade financeira partiu de uma amiga da noiva. "Candidatámo-nos quase no último dia do prazo [de inscrições]", revela, acrescentando que a notícia de que tinham sido selecionados chegou quando estava ainda hospitalizada. Agora, preparam-se para, a 12, ter "um casamento de sonho" na Sé.O dia promete ser memorável numa relação que, em 2011, começou por ser profissional. À data, estavam empregados num serviço de apoio ao cliente e, ao facto de trabalharem lado a lado, depressa se juntou o convívio durante as pausas laborais. Meses de "pequenas conquistas" levaram ao início do namoro, a 16 de junho de 2012. O primeiro beijo acontecera antes. O pedido oficial surgiu pouco depois, no Terreiro do Paço.

Hoje, têm profissões distintas - ele é assistente administrativo - e a estabilização das suas carreiras é uma prioridade. "Vamos aproveitar os primeiros anos de casamento e depois dar o passo seguinte - ter filhos", acrescenta o noivo, de 28 anos e residente em Almada.

Exclusivos