Retomadas buscas por mulher desaparecida 

A autoridade marítima e a Força Aérea retomaram às 07:15 de hoje as buscas por uma mulher alegadamente desaparecida na segunda-feira no mar da Foz do Arelho, informou a Capitania do Porto de Peniche.

"Os meios da autoridade marítima e os bombeiros das Caldas da Rainha e de Óbidos iniciaram buscas em terra e no mar às 07:15 e uma hora depois foram reforçadas com um helicóptero da Força Aérea", disse à agência Lusa Marco Augusto, comandante da Capitania de Peniche.

A mulher, de 60 anos, residente na Foz do Arelho, no concelho das Caldas da Rainha, foi dada como desaparecida ao início da noite de domingo.

Na segunda-feira, as suas roupas foram encontradas na praia da Foz do Arelho por familiares, que alertaram a autoridade marítima para a possibilidade de a mesma ter entrado no mar.

As buscas foram iniciadas às 17:30 de segunda-feira, envolvendo meios da capitania, das duas corporações de bombeiros e de um helicóptero A 101 da Força Aérea Portuguesa.

De acordo com o comandante do porto de Peniche, "o mar encontra-se com condições favoráveis para as buscas, que estão a ser intensificadas aproveitando sobretudo o período da manhã, até à preia-mar".

As buscas estão também a ser acompanhadas pela GNR e no local encontra-se uma embarcação da Capitania de Peniche.

Exclusivos