Quatro detidos por suspeita do furto de 1,3 toneladas de cortiça

Fonte da GNR disse que este tipo de crimes é frequente na região

Quatro homens foram detidos no sábado no concelho de Coruche, distrito de Santarém, por suspeita de serem os autores do furto de 1.300 quilogramas de cortiça, revelou esta terça-feira a GNR.

Os suspeitos, com idades entre os 18 e os 48 anos, foram surpreendidos por um trabalhador da herdade onde se encontrariam a furtar a cortiça, em São Torcato, no concelho de Coruche, tendo-se posto em fuga.

No local deixaram um veículo carregado com a cortiça furtada, pesando cerca de 1,3 toneladas, e diversos utensílios utilizados na sua recolha, esclarece um comunicado do Comando Territorial de Santarém da Guarda Nacional Republicana (GNR).

Militares do posto territorial de Coruche conseguiram localizar e deter os suspeitos, numa estrada secundária, perto da Branca, outra localidade do concelho.

Os quatro foram detidos, constituídos arguidos e sujeitos à medida de coação de termo de identidade e residência, afirma a nota.

Fonte da GNR disse que este tipo de crime, de natureza semipública, é recorrente na região, sendo que frequentemente a dificuldade reside na decisão dos proprietários de não apresentarem queixa

Como exemplo referiu o furto de cerca de 700 quilogramas de cortiça de uma propriedade no concelho de Abrantes, ocorrido na semana passada, em que os militares tiveram que desenvolver várias diligências para apanhar os assaltantes, que depois ficaram impunes, uma vez que o dono não quis apresentar queixa.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG