PSP, GNR e SEF vão receber quase 4 mil coletes e mais de 8 mil armas

Governo vai adquirir ainda até 2021 dois mil veículos e outros equipamentos de proteção individual

O Governo vai adquirir, entre 2017 e 2021, quase 4.000 coletes de proteção individual, 8.447 armas e cerca de 2.000 veículos para a PSP, GNR e SEF, divulgou hoje o Ministério da Administração Interna.

A lei de programação de infraestruturas e equipamentos das forças e serviços de segurança do Ministério da Administração da Interna prevê a aquisição de 3.928 coletes de proteção individual para a PSP (Polícia de Segurança Pública), GNR (Guarda Nacional Republicana) e SEF (Serviço de Estrangeiros e Fronteiras).

Segundo o documento, distribuído hoje aos deputados da comissão parlamentar de Assuntos Constitucionais, Direitos Liberdades e Garantias, no investimento de 7,6 milhões de euros em equipamento de proteção individual, serão também adquiridos 12.000 bastões extensivos, cerca de mil capacetes, joelheiras e fatos de motociclistas para a PSP, bem como 600 bastões de ordem pública e 30 escudos balísticos.

Para além dos coletes de proteção, a GNR vai também contar com 45 fatos anti-traumáticos, 26 fatos de proteção para chamas e quatro fatos anti-bomba.

Até 2021, o governo prevê também adquirir 8.557 armas e 1.920 acessórios.

No plano do armamento, os principais objetivos passam por adquirir pistolas, metralhadoras, armamento para missões especiais, sistemas de apoio ao armamento e reduzir custos com aquisição de munições, refere o documento da lei de programação.

A lei, que totaliza um investimento de mais de 456,6 milhões de euros nas forças e serviços de segurança, conta ainda com uma verba de cerca de 62,3 milhões de euros para a compra de 2.087 veículos e o aluguer operacional de 455, esperando-se uma aquisição de 186 viaturas já este ano.

A lei de programação de infraestruturas e equipamentos das forças e serviços de segurança do Ministério da Administração da Interna tem programados cerca de 90 milhões de euros por ano entre 2017 e 2021.

Segundo a lei, o Governo vai investir, nos próximos cinco anos, 106,754 milhões de euros em infraestruturas, 62,275 milhões de euros em viaturas, 9,178 milhões de euros em armamento e 7,615 milhões em equipamentos de proteção individual.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG