PSD: País está "na expectativa" de cortes no Estado

O líder parlamentar do PSD disse esta manhã, após uma reunião de duas horas e meia com a bancada parlamentar, que os deputados "sabem que o país está na expectativa de saber como se vai realizar o corte na despesa" prometido pelo Governo.

Numa declaração aos jornalistas, Luís Montenegro deixou claro que a bancada "sabe bem da exigência que os tempos impõe", pelo que manifestou "grande apoio e solidariedade ao Governo" face ao rumo traçado. Sem referir os impostos anunciados, Montenegro disse congratular-se que o esforço orçamental prometido "seja em 1/3 de receita e 2/3 da redução de despesa".

Para o PS ficou um recado duro: se os socialistas ameaçam votar contra as leis laborais, por não contemplarem ainda o fundo patronal que deve ajudar a pagar indemnizações aos trabalhadores que sejam despedidos, Montenegro diz "estranhar muito que o PS, que levou o país à ajuda externa" queira, "agora, sair à rua com um fato novo" - sem assumir responsabilidade pelo documento assinado pelo troika. Acusou o anterior governo de não ter aplicado as normas que agora exige e disse esperar que "o PS possa assumir a sua responsabilidade e acompanhar o governo" na aplicação do Memorando.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG