Jardim, Mota Amaral, Cadilhe e Ferreira Leite na Comissão de Honra de Rui Rio

Lista com mais de 50 nomes é encabeçada pelo antigo vice-presidente social democrata Paulo Mota Pinto

O antigo presidente da Assembleia da República Mota Amaral, o ex-presidente do Governo Regional da Madeira Alberto João Jardim, Manuela Ferreira Leite e Miguel Cadilhe integram a Comissão de Honra do candidato à liderança do PSD Rui Rio.

A ex-líder do PSD e o antigo ministro das Finanças são dois dos mais de 50 nomes que compõem a Comissão de Honra de Rio, divulgada esta terça-feira à imprensa, e que será formalmente apresentada na quarta-feira, em Lisboa.

Tal como já tinha sido anunciado, o antigo vice-presidente do PSD Paulo Mota Pinto encabeça este órgão, que integra outros ex-ministros como Ferreira do Amaral, Arlindo Cunhal, Mira Amaral, Ângelo Correia, Couto dos Santos, David Justino ou Silva Peneda.

Henrique Chaves, que foi ministro-adjunto de Pedro Santana Lopes quando este foi primeiro-ministro em 2004 e cuja demissão precipitou então a queda do Governo, também faz parte da Comissão de Honra de Rui Rio. Graça Carvalho e Montalvão Machado, que integraram também o XVI Governo Constitucional, estão agora na lista de 'honra' do adversário do antigo chefe de Governo.

O presidente dos Autarcas Sociais Democratas, Álvaro Amaro, o ex-secretário-geral dos TSD, Arménio Santos, e os antigos assessores de Cavaco Silva Suzana Toscano e Carlos Blanco Morais, bem como o seu antigo chefe da Casa Civil, Nunes Liberato, são outros dos nomes desta Comissão de Honra.

Fazem ainda parte deste órgão personalidades como o antigo presidente do grupo parlamentar do PSD Guilherme Silva, os antigos secretários de Estado Jorge Neto, José Amaral Lopes, Feliciano Barreiras Duarte e Manuel Castro Almeida.

A Comissão de Honra de Rui Rio será apresentada formalmente na quarta-feira, pelas 18:30, num hotel em Lisboa, numa iniciativa em que estará também presente o mandatário nacional da candidatura, Nuno Morais Sarmento.

O PSD escolherá o seu próximo presidente em 13 de janeiro em eleições diretas, com Congresso em Lisboa entre 16 e 18 de fevereiro.

Até agora, anunciaram-se como candidatos à liderança do PSD o antigo presidente da Câmara do Porto Rui Rio e o antigo primeiro-ministro Pedro Santana Lopes.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG