PSD chama ministra para explicar supostas promoções

O líder parlamentar do PSD, Miguel Macedo, manifestou esta sexta-feira "muita estranheza" relativamente às alterações nas chefias da Segurança Social aprovadas pelo Governo e anunciou que vai chamar ao Parlamento para explicações a ministra do Trabalho, Helena André.

 "Num momento em que é necessário tomar medidas para emagrecer o Estado saem estas quatro portarias que fazem com que a produção dos seus efeitos se inicie a Janeiro de 2010, um aspecto que nos causa muita estranheza, com significativos aumentos de cargos dirigentes de categoria", disse.

E acrescentou: "Vamos chamar a ministra do Trabalho e da Segurança Social para explicações sobre esta matéria".

O Governo publicou na quinta-feira quatro portarias em Diário da República sobre as alterações de estatutos de quatro institutos da Segurança Social e a nova equiparação remuneratória dos seus cargos dirigentes, supostas promoções que o secretário de Estado da Segurança Social afirmou serem apenas a aplicação da nova lei, não se traduzindo em aumento de vencimentos para o ano.

 "Nós não compreendemos esta situação (...) As portarias não são assinadas pela ministra, apenas pelo ministro das Finanças, o que não deixa de causar alguma estranheza. E, portanto, nos tempos que correm é absolutamente exigível que o Governo dê explicações sobre esta situação, que não entendemos", sublinhou.

Afirmando não estar convencido com as explicações avançadas pelo Governo, o líder da bancada "laranja" afirmou: "Eu espero que isto não seja o início de um percurso de tentar à pressa ocupar lugares para amigos porque acho que era um péssimo sinal num momento em que vamos começar um ano muito difícil para todos os portugueses".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG