Proteção Civil registou 221 ocorrências desde as 00:00

(ATUALIZADA ÀS 18:15) A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) registou em Portugal continental 221 ocorrências relacionadas com o mau tempo desde as 00:00 até às 16:45 de hoje, disse à agência Lusa o adjunto nacional de operações.

"Temos o registo de 221 situações devido ao mau tempo, sendo o distrito de Lisboa, com 84 registos, o distrito onde há o maior número de situações que têm a ver sobretudo com inundações da via pública", informou Miguel Cruz.

Segundo dados fornecidos pelo Regimento Sapadores de Lisboa (RSL) registaram-se 121 ocorrências entre as 14:00 e as 16:00, devido às inundações que ocorreram na cidade de Lisboa.

"Há o registo no dia de hoje de 156 ocorrências, 121 das quais relativas a inundações que aconteceram na cidade de Lisboa a partir das 14:00, hora a que se verificou o maior pico de chuva", adiantou à Lusa fonte dos RSL.

De acordo com a mesma fonte do RSL, foram mobilizados para o terreno todos os elementos e equipas dos sapadores, acrescentando que o regimento, cerca das 16:10, continuava a ter "muitas chamadas telefónicas em espera".

Uma das zonas mais afetadas pelo mau tempo é a baixa de Lisboa, com várias ruas completamente submersas de água.

A chuva intensa obrigou ao desvio do trânsito na Praça dos Restauradores, em Lisboa, devido às inundações registadas na zona da baixa, principalmente no Rossio, segundo fonte da PSP de Lisboa.

A mesma fonte indicou que na cidade de Lisboa, a circulação está também a ser feita com dificuldade no Largo das Fontainhas, em Alcântara, Praça de Espanha e Calçada de Carriche devido a "lençóis de água". Ou na rua de Santa Marta, como mostra o vídeo captado por um jornalista do DN.

No eixo Norte-Sul, a PSP reportou haver, também, dificuldades de circulação devido à chuva.

A Escola Básica Delfim Santos, no Alto dos Moinhos, em Lisboa, teve de ser encerrada devido a uma inundação.

Rua de Santa Marta

Rua de São José

Rua de São José

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG