Professores prolongam greves até dia 21 de junho

A Fenprof e outros sete sindicatos decidiram prolongar a greve às avaliações. Paralisação às notas finais dos alunos continuam a partir de 17 até 21 de junho.

Depois da rutura nas negociações sobre o regime de mobilidade especial para os docentes, os sindicatos da plataforma de luta, decidiram estender a greve até ao final da primeira semana de exames nacionais. Protesto vai afetar apenas as avaliações dos alunos e não a vigilância de exames.

A Fenprof e os outros sindicatos já assinaram os pré-avisos de greve para os dias 18, 19, 20 e 21. Hoje era o último dia legal para entregar os pré-avisos e depois do falhanço dos encontros ontem com a tutela, ficou decidida a manutenção da luta dos docentes contra a mobilidade, que foi ontem aprovada em Conselho de Ministros e vai avançar para a classe a 1 de fevereiro de 2014.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG