Schäuble comparou Centeno a CR7. "Por uma vez não pensou mal", diz Marcelo

O ministro das Finanças alemão terá elogiado o seu homólogo português

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, comentou hoje a comparação que o ministro das Finanças alemão terá feito entre Mário Centeno e Ronaldo, considerando que "quem quer que disse isso, por uma vez não pensou mal".

Em conferência de imprensa após um almoço com o primeiro-ministro luxemburguês, Marcelo referiu que a saída de Portugal do Procedimento de Défice Excessivo "é mérito de todos, que viveram um período muito difícil de sacrifício". E admitiu que isso "é comparável ao mérito de Cristiano Ronaldo".

"Já tive ocasião de felicitar todos os portugueses pela saída do Procedimento por Défice Excessivo, pela consistência, pelo trabalho. Se o resultado é comparável ao mérito de Ronaldo, sim", afirmou o Presidente português.

"Não comentando eu, por princípio, membros do governo do meu país nem de outros, mas quem quer que tenha pensado nisso ou dito isso, por uma vez não pensou mal", afirmou Marcelo Rebelo de Sousa.

De acordo com a 'newsletter' da versão europeia do jornal norte-americano Politico, o ministro das Finanças alemão, Wolfgang Schäuble, terá comparado o ministro das Finanças português, Mário Centeno, ao jogador de futebol Cristiano Ronaldo, na última reunião do Ecofin, na quinta-feira.

Por seu lado, o primeiro-ministro luxemburguês, Xavier Bettel, disse que a substituição do atual presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijesselbloem, "não se coloca por enquanto" porque o Governo holandês não mudou, escusando-se assim a responder se estaria disponível para apoiar o nome de Centeno para a presidência do Eurogrupo.

Bettel considerou que foi todo um país que fez um esforço para estes resultados, "não é graças a um ministro".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG