Primeiro-ministro: Calendário do TGV terá que ser "reformulado"

O calendário de construção da linha ferroviária de alta velocidade terá que ser "reformulado e discutido" com a UE e com o Governo espanhol, com a aposta ibérica a ser na bitola europeia para mercadorias, disse o primeiro-ministro.

"O presidente do Governo espanhol tem conhecimento de que nós em Portugal não temos condições para manter calendários assumidos no que toca à alta velocidade", afirmou Passos Coelho, em conferência de imprensa conjunta com o seu homólogo espanhol, em Madrid.

"O calendário foi adiado e terá que ser reformulado e discutido com a UE e com o Governo espanhol", disse.

O assunto, que já foi debatido recentemente entre o ministro da Economia português e o ministro do Fomento espanhol, será agora "aprofundado" numa próxima reunião em Lisboa.

Ainda assim, recordou, tanto Portugal como Espanha reafirmaram "a prioridade dada à bitola europeia para o transporte de mercadorias, tanto a partir de Sines como de Algeciras (Espanha).

"É fundamental ter um corredor central ibérico que possa entrar na plataforma europeia, garantindo melhor distribuição das mercadorias", afirmou.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG