Presos evadidos das cadeias mais do que duplicaram

O número de reclusos que se evadiu das cadeias portuguesas em 2012 mais do que duplicou em relação ao ano anterior, passando de nove para 23, indicam dados da Direção-Geral de Reinserção e Serviço Prisionais (DGRSP).

Segundo as estatísticas, os 23 reclusos evadidos em 2012 correspondem a 14 situações de evasão, sendo que dois deles se encontravam em Regime Aberto Voltado para o Interior (RAVI).

A maioria dos reclusos (17) que fugiu da prisão estava "intramuros" e outros quatro encontravam-se em regime "exterior sem vigilância".

O número de reclusos nas cadeias portuguesas no final do ano passado era de 13.614, sendo a taxa de sobrelotação de cerca de 11 por cento.

Em 2012, morreram 66 reclusos nos estabelecimentos prisionais, mais dois do que em 2011.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG