Portas: "Todos vão precisar de todos" no CDS

Na despedida da liderança, Paulo Portas deixou um recado claro sobre a sucessão

No Conselho Nacional em que se despediu da liderança do CDS, Paulo Portas deixou um recado claro sobre a sucessão: "'haja uma transição ordenada ou uma competição responsável parece-me evidente que todos vão precisar de todos".

Neste recado, particularmente dirigido a Nuno Melo e Assunção Cristas, os dois potenciais candidatos à liderança do partido, o presidente cessante disse ainda que "se houver maturidade e sentido de responsabilidade, o CDS será uma boa surpresa em 2016.

O DN sabe que Paulo Portas manifestou confiança na "nova geração do CDS" e na sua capacidade de gerar "esperança" e "confiança" no país.

Nesta reunião, que agendou o congresso democrata-cristão para 12 e 13 de março, o líder reforçou: "Estou absolutamente convencido de que CDS tem a melhor nova geração de políticos. E não falo sequer em termos de idade; falo da perceção de que avançaremos energicamente para o futuro se nos renovarmos agora".

Portas manteve o que já tinha dito, de que após 16 anos de liderança já era altura de passar o testemunho. "Uma das missões de um líder partidário é saber escolher o momento de passar o testemunho e fazê-lo com confiança na geração que vem aí".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG