Polícias em protesto invadem escadaria da AR

(atualizada às 21.00) Os polícias que protestam contra o Orçamento de Estado de 2014 invadiram a escadaria da Assembleia da República, esta noite, pelas 21h00.

Os profissionais das forças de segurança subiram estão junto à entrada do Parlamento, onde uma barreira policial os impede de entrar no edifício, depois de terem conseguido subir a escadaria.

Os manifestantes gritam "invasão" e cantaram o hino Nacional. Ao som de palmas pedem a demissão do Governo, depois de a barreira de segurança ter sido derrubada cerca das 21:00 e haver um reforço do Corpo de Intervenção.

Antes destes momentos de tensão, as vedações de segurança que estavam colocadas junto à AR foram retiradas. Ao mesmo tempo foram ouvidos petardos. O Corpo de Intervenção da PSP foi chamado.

De acordo com a organização do protesto, que começou esta quinta-feira no Largo de Camões, participam nesta concentração mais de cinco mil polícias que contestam os cortes previstos no Orçamento do Estado para o próximo ano.

Aquele número de presenças já faz com esta manifestação seja a maior de sempre dos elementos das forças policiais.

O protesto começou no Largo de Camões local onde marcou presença o secretário-geral da CGTP, Arménio Carlos, que elogiou a "coragem" dos policias por participarem na concentração

O início do protesto estava marcado para as 17.30, mas foi adiado para as 18.30, depois de ter havido problemas no transporte de funcionários do Porto até Lisboa. Também os inspetores da Polícia Judiciária (PJ) só terminam o seu período de trabalho às 18.00.

A manifestação é organizada pela Comissão Coordenadora Permanente (CCP) dos Sindicatos e Associações dos Profissionais das Forças e Serviços de Segurança.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG