Polícia do "Escola Segura" abusou de menor e filmou relações sexuais

O polícia, agente principal da PSP, é acusado de 20 crimes de abuso sexual e de pornografia de menores.

Segundo o Jornal de Notícias, o polícia abusou durante cerca de um ano de uma menor de 13 anos que conheceu durante uma patrulha do programa "Escola Segura" - destinado a proteger alunos e escolas.

O polícia, de 42 anos e residente em Penafiel, "está acusado de manter relações" com a menor "num carro e num estúdio".

O caso durou um ano - até à denúncia - e segundo relata o Jornal de Notícias, o agente principal "filmou as relações sexuais com um telemóvel"

Está agora, explica o JN, "colocado num outro serviço da PSP"

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG