PJ deteve quatro suspeitos de associação criminosa e tráfico de pessoas

Os crimes ocorreram em vários distritos

A Polícia Judiciária deteve quatro homens com idades compreendidas entre os 29 e os 47 anos por suspeitas de associação criminosa e tráfico de pessoas, informou hoje a PJ.

Segundo um comunicado da PJ, os detidos integravam um grupo organizado que se dedicava à angariação de trabalhadores de países fora da União Europeia (UE) que depois exploravam obtendo elevados proventos financeiros.

O documento acrescentava que o grupo constituía sociedades que, de forma fraudulenta, aproveitavam os mecanismos legais relacionados com a procura e oferta de emprego.

No âmbito da presente operação realizada pela Unidade Nacional Contra Terrorismo (UNCT) da PJ foram constituídos 24 arguidos - oito pessoas e 16 empresas - e cumpridos 20 mandados de busca domiciliária e não domiciliária, tendo a PJ apreendido seis viaturas e material relacionado com os crimes em causa.

A operação foi desencadeada na sequência de outra investigação, realizada em 2015, e durante a qual tinham sido detidas oito pessoas.

Os quatro detidos nesta operação vão ser presentes a primeiro interrogatório judicial para aplicação de medidas de coação.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG