PJ apreendeu quase 12 milhões de euros

Polícia Judiciária já identificou e deteve este ano 95 suspeitos de crimes económicos

Desde o princípio do ano que a Unidade Nacional de Combate à Corrupção da Polícia Judiciária (PJ) identificou e deteve 96 suspeitos.

Segundo comunicado da PJ emitido esta segunda-feira, 36 suspeitos estão indiciados "pela presumível prática dos crimes de corrupção, 9 por crimes de peculato, 3 por burla tributária, 23 por contrafacção de títulos equiparados a moeda, 2 por falsificação de documentos, 1 por abuso de poder, 18 por burla qualificada e os restantes por outros crimes".

A PJ anunciou ainda que foram apreendidos mais de 11 milhões e 500 mil euros e bens como imóveis, carros, jóias e tabaco, cujo valor ronda os 10 milhões de euros. Foram ainda "congeladas" contas bancárias cujo valor ultrapassa os 46 milhões de euros.

No total, foram constituídos 1.234 arguidos e foram remetidos ao Ministério Público 357 processos com proposta de dedução de acusação.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG