PJ apreende 2,5 milhões de dólares falsos e detém suspeitos

A Polícia Judiciária anunciou hoje a detenção de dois homens de 49 e 37 anos por suspeita de contrafacção de moeda, numa operação em que foram apreendidos 2,5 milhões de dólares americanos falsos.

A Polícia Judiciária (PJ), através da Unidade Nacional de Combate à Corrupção (UNCC), apanhou quarta-feira "em flagrante delito dois indivíduos suspeitos do crime de contrafacção de moeda".

Segundo a PJ, a detenção ocorreu "no âmbito de uma investigação que decorria já há alguns meses, por suspeita da contrafacção e introdução no mercado de notas de dólar americano", condutas "altamente danosas para a confiança pública e a segurança das transacções comerciais realizadas".

No âmbito da operação MINERVA foram "apreendidos 2,5 milhões de dólares americanos [o equivalente a 1,8 milhões de euros] e maquinaria diversa, incluindo duas máquinas offset e uma impressora a laser utilizadas na contrafacção de moeda", refere a PJ em comunicado.

O processo de contrafacção "reunia técnicas clássicas (offset) e o recurso a moderna tecnologia computacional", tratando-se de "contrafacção desconhecida no mercado".

Os dois suspeitos foram apresentados na 3.ª Secção do DIAP de Lisboa para primeiro interrogatório judicial.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG