Pescadores detidos por pesca ilegal de "enguias bebé" no rio Ave

Cinco pescadores foram detidos pelos 14,75 quilos de "enguias bebé" que capturaram, ilegalmente, em Vila do Conde. A captura ilegal está avaliada em seis mil euros.

A Polícia Marítima da Póvoa de Varzim e Vila do Conde apreendeu quase 15 quilos de meixão, vulgo "enguias bebé", no valor de seis mil euros, detendo cinco pescadores alegadamente envolvidos na captura ilegal, informou hoje aquela autoridade.

A operação foi realizada na noite de quinta-feira, nas margens do rio Ave, em Vila do Conde, envolvendo três viaturas e 11 agentes.

Em comunicado, a Polícia Marítima explica que os pescadores "estavam a extrair meixão com auxílio de 'rapeta' [instrumento tipo camaroeiro de cabo comprido e rede fina]". Os instrumentos e o meixão, cuja captura é proibida devido ao perigo de extinção, foram apreendidos.

A captura é punida com coima de 600 a 37.500 euros.

Ao todo a Polícia Marítima apreendeu 14,75 quilos de "enguia bebé", capturada ilegalmente em Vila do Conde, "com o valor de primeira venda a rondar seis mil euros no mercado negro".

"O pescado, após contabilizado, foi devolvido ao seu 'habitat' natural por se encontrar vivo e não ser possível a sua comercialização legal", explicou o comando local da Polícia Marítima.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG