Peneda-Gerês com dois incêndios ativos a meio da manhã

A Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC) registava às 10.42 dois incêndios ativos no Parque Nacional da Peneda-Gerês. Também no Parque Natural do Alvão as chamas estão a consumir mato.

De acordo com as informações constantes na listagem de Situações Operacionais no sítio da ANPC, em www.prociv.pt, as chamas estão a consumir mato desde as 16.48 de ontem no concelho de Terras de Bouro. As chamas com duas frentes ativas em povoamento florestal, estão a ser combatidas por 72 homens e 25 veículos, apoiados por um helicóptero Kamov.

Já pelas 09.00 de hoje, um novo incêndio deflagrou no Parque Nacional, desta feita no concelho de Montalegre. Segundo a ANPC, o incêndio tem duas frentes ativas em mato e são para já combatidas por dez homens e dois veículos.

Por fim, no concelho de Mondim de Basto, deflagraram as chamas no Parque Natural do Alvão, mais concretamente na freguesia de Fervença. O incêndio, uma frente de mato, está a ser combatido desde as 08.08 por 24 homens e oito veículos.

De salientar ainda que durante o dia de ontem foram registados pela Protecção Civil 208 incêndios, os quais foram combatidos por 1447 homens e 403 veículos. No combate às chamas esteve ainda envolvido um meio aéreo.

Desde a meia noite de hoje, a ANPC já contabiliza 19 incêndios, cinco dos quais em curso.

De acordo com uma informação do Instituto de Meteorologia, os concelhos de Pampilhosa da Serra, no distrito de Coimbra, e da Covilhã, no distrito de Castelo Branco, apresentam hoje risco muito elevado de incêndio, o segundo mais grave de uma escala de cinco.

Segundo a mesma fonte, Fundão e Oleiros, no distrito de Castelo Branco, e Arganil, no distrito de Coimbra, estão hoje com risco elevado de incêndio, o terceiro mais grave de uma escala de cinco.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG