Pedidos de apoio ao Santuário de Fátima aumentam em tempos de crise

O reitor do Santuário de Fátima reconheceu hoje que se tem registado "um aumento significativo" de pedidos de apoio à instituição, neste período de crise que o país atravessa.

"O Santuário sempre foi um lugar de refúgio e procura de conforto nos tempos difíceis", disse o padre Carlos Cabecinhas, em conferência de imprensa, acrescentando que os peregrinos "procuram encontrar respostas para os seus anseios e preocupações".

Considerando o santuário como um "lugar de caridade", assegurou que procura "responder às situações mais gritantes e preocupantes", numa ação que se verifica "tanto num momento de crise, como quando a vida decorre com mais facilidades".

Sem referir números estatísticos, Carlos Cabecinhas disse que se tem verificado "um aumento significativo do apoio [do Santuário] a pessoas com necessidades".

Na conferência de imprensa de hoje, que antecedeu o início da peregrinação de 12 e 13 de outubro, foi apresentado o 14.º tomo da Documentação Crítica de Fátima, referente ao período de 01 de maio a 31 de agosto de 1930, cuja publicação deverá ficar concluída ainda este ano.

Em simultâneo, foi lançado o livro "Mensagem de Esperança para o Mundo - Acontecimento e Significado de Fátima", o primeiro volume da coleção "Fátima Mensagem", coordenada pelo padre Vítor Coutinho, e que pretende dar a conhecer "contributos de reflexão teológica" sobre a mensagem de Fátima.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG