Patriarca e enviado do papa presentes na Semana Jubilar

A Diocese do Funchal promove de 08 a 15 de junho uma 'Semana Jubilar', integrada nas comemorações dos 500 anos, que contará com a presença do Patriarca de Lisboa, Manuel Clemente, e de um enviado especial do papa Francisco.

Na conferência de imprensa hoje realizada na Cúria Diocesana, o bispo do Funchal, António Carrilho, sublinhou que com o programa comemorativo desta efeméride os responsáveis da comunidade católica madeirense "auguram que vai contribuir para avivar a memória dos valores, criar novos projetos e novas formas de compromisso da igreja com as pessoas e a sociedade do nosso tempo".

No entender do prelado regional, será uma forma de, "recordando o passado no presente, saber responder aos novos desafios com que a igreja se depara no campo da fé e da cultura, da ação educativa e social".

O bispo destacou ainda "o desejo e empenho em edificar comunidades cristãs vivas e apostólicas, renovar as festas e tradições, reavivar e intensificar o espírito missionário das instituições da igreja".

Este programa começa a 08 de junho, dia em que está prevista a apresentação do livro 'A Diocese do Funchal. Paróquias e Oragos' que inclui uma exposição alusiva e um concerto evocativo na igreja do Colégio, no Funchal.

No dia seguinte será mostrado publicamente a intervenção de conservação e restauro do retábulo e cadeira da Sé do Funchal, sendo o dia 10 de junho dedicado ao papel dos catequistas e a 11, na igreja matriz de Machico, haverá uma eucaristia evocativa da primeira missa na Madeira, presidida por António de Sousa Braga, bispo de Angra.

A 12 de junho, dia dos 500 anos da criação da diocese do Funchal, serão apresentados no claustro da igreja do Colégio, a medalha e a carteira de selos postais comemorativas, os sinos de todas as igrejas da região vão tocar em uníssono, o patriarca de Lisboa e Presidente da Conferência Episcopal, Manuel Clemente, preside à concelebração de uma eucaristia na Catedral, terminando o dia com um concerto em frente à Sé.

Os dias seguintes serão marcados com um concerto na catedral e a abertura de uma exposição de arte sacra, intitulada 'Até aos confins da terra'.

O estádio dos Barreiros, no Funchal, será palco para o evento do último dia do programa, estando o recinto, presentemente em obras, preparado para receber os fiéis para assistirem a uma coreografia alusiva e uma solene concelebração eucarística presidida pelo enviado especial do papa Francisco, cardeal Fernando Filoni.

"Seja a sua presença prova de reconhecimento do dinamismo missionário que marca o passado desta diocese e que queremos reavivar em compromissos de nova evangelização", declarou o bispo do Funchal, salientando que neste programa têm já presença confirmada o Núncio Apostólico e alguns bispos de Portugal e das dioceses que estiveram ligadas à Madeira, casos do arcebispo de São Salvador da Baía e os bispos de Angra (Açores), Santiago e Mindelo (Cabo Verde) e São Tomé e Príncipe.

O programa comemorativo dos 500 anos da Diocese do Funchal inclui ainda, este ano, um congresso internacional de 17 a 20 de setembro e a apresentação de uma escultura alusiva no encerramento.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG