Passos desafia Costa para reforma da Segurança Social e sistema eleitoral

Líder do PSD diz que "não há eleições legislativas à vista" e afirma que é o momento certo para discutir as alterações ao sistema eleitoral.

No discurso inaugural do 36º Congresso do PSD, em Espinho, Passos fez um ataque feroz à política do atual governo, mas instou António Costa a sentar-se à mesa com o PSD a discutir a sustentabilidade do sistema de pensões. "Continuamos disponíveis para fazer essa reforma", garantiu e desafiou: "Esperamos que o Governo também possa apresentar uma proposta estrutural e não venha dizer que não quer mexer no fator de sustentabilidade para depois beneficiar do aumento da idade da reforma, para os 66 anos e meses, a que se opôs".

Com o congresso a desfazer-se em palmas, Passos lançou também o repto ao PS para que esteja disponível para repensar o sistema eleitoral e anunciou que a proposta do PSD nesta matéria avançará no Parlamento. E que, além da redução do número de deputados dos 230 para os 189, dê a possibilidade aos portugueses do voto preferencial, em que os eleitores possam escolher em que deputado votam.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG