Passos Coelho lamenta que Nobre não tenha sido eleito

"Tenho pena que o Parlamento não tenha aproveitado esta oportunidade", disse o novo primeiro-ministro e líder do PSD.

Pedro Passos Coelho anunciou ainda na Assembleia da República que após a segunda volta Fernando Nobre lhe comunicou que "não queria enfrentar uma taerceira volta". "Convidei Fernando Nobre convicto de que ele ajudaria o Parlamento, como independente que é, a abrir-se á sociedade civil. Mas respeito a decisão de Fernando Nobre e não tive condições de o convencer a ir a uma terceira volta", referiu Passos Coelho.

"Tenho pena que o Parlamento não tenha aproveitado esta oportunidade. Mas como líder do PSD, respeito a decisão dos senhores deputados. Amanhã apresentarei uma nova candidatura à presidência da Assembleia da República", concluiu Passos Coelho.

Antes, Miguel Macedo, novo ministro da Admnistração Interna, deixou muitos elogios ao deputado Fernando Nobre após este não ter sido eleito presidente da AR: "Quero, nesta ocasião, expressar publicamente ao senhor deputado Fernando Nobre de uma forma muito clara, que registamos a dignidade como se conduziu neste processo e queremos dizer-lhe que acabou de prestar a este Parlamento, pela dignidade com que se conduziu neste processo, um primeiro grande serviço à democracia. Muito obrigado doutor Fernando Nobre", afirmou Miguel Macedo, numa intervenção no plenário da Assembleia da República.

"O PSD honra a sua palavra, entendíamos e entendemos que a candidatura do deputado Fernando Nobre traduziria uma forma diferente de relacionamento do Parlamento com a sociedade civil e não deixaria de contribuir para o prestígio das instituições democráticas", acrescentou Miguel Macedo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG