País em alerta laranja pelo risco de incêndios e calor

A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) emitiu hoje o alerta laranja para o Sistema Integrado de Operações de Socorro e para o Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Florestais para os próximos dois dias em todos os distritos.

Segundo a página na internet da ANPC, o alerta laranja vai vigorar entre as 08:00 de terça-feira e as 20:00 de quarta e "pressupõe um reforço das medidas que garantem um estado de prontidão elevado para a intervenção".

No mesmo sítio na internet, a ANPC divulgou um aviso à população que dá conta de previsões de temperaturas máximas nos próximos dias entre 35 e 40 graus em todo o território, humidade relativa próxima dos 20% e vento do quadrante leste, podendo atingir valores de 30km/hora nas terras altas.

Face às previsões de tempo quente e seco, a Proteção Civil considera existirem condições favoráveis à progressão de incêndios florestais e possível afetação dos grupos populacionais mais vulneráveis.

A ANPC recorda que, onde o risco de incêndio é elevado, não são permitidas queimadas nem fogueiras, lançamentos de balões com mecha acesa ou foguetes, fumar ou fazer lume em espaços florestais e vias que os circundem, fumigação ou desinfestação em apiários com fumigadores que não estejam equipados com dispositivos de retenção de faúlhas.

Para os grupos populacionais mais vulneráveis, é recomendado que se beba água com regularidade ou sumos de fruta natural sem adição de açúcar, que se evite álcool e exposição ao sol nas horas de maior calor (aproximadamente entre as 11:00 e as 16:00), período em que se devem evitar também viagens e atividades que exijam muito esforço físico.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocou hoje sob aviso amarelo, devido à persistência de valores elevados das temperaturas máximas, o arquipélago da Madeira e os distritos de Braga, Vila Real, Bragança, Viseu, Guarda, castelo Branco, Portalegre, Lisboa, Setúbal, Évora, Beja e Faro.

O aviso amarelo vigora entre as 19:00 de hoje e as 17:59 de quarta-feira nos distritos do continente e entre as 19:00 de hoje e as 20:59 na Madeira.

Segundo menos grave de uma escala de quatro, o aviso amarelo pressupõe uma situação de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica.

De acordo com o IPMA, trinta concelhos dos distritos de Vila Real, Braga, Vila Real, Porto, Aveiro, Viseu, Guarda, Coimbra, Leiria, Santarém e Castelo Branco apresentam na terça-feira risco máximo de incêndio.

Também para terça-feira, a Direção-Geral de Saúde emitiu o alerta amarelo, o segundo mais grave de uma escala de três, para os distritos de Braga, Vila Real, Bragança, Castelo Branco, Portalegre, Évora, Beja e Faro, devido aos efeitos possíveis na saúde provocados por temperaturas elevadas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG