País com risco "muito alto" de exposição a raios UV

Todos os distritos de Portugal continental apresentam hoje risco "muito alto" de exposição à radiação ultravioleta (UV), de acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

O IPMA informa, na sua página na internet, que todas as regiões de Portugal estão com risco "muito alto", com exceção das ilhas açorianas de São Miguel, Santa Maria, Terceira e Graciosa,

Com o nível "muito alto", o instituto aconselha a utilização de óculos de sol com filtro UV, chapéu, t-shirt, guarda-sol e protetor solar, sublinhando igualmente que se deve evitar a exposição das crianças ao sol.

A radiação ultravioleta pode causar graves prejuízos para a saúde, se o nível exceder os limites de segurança.

O índice desta radiação apresenta cinco níveis, entre o "baixo" e o "extremo", sendo o máximo o 11.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera prevê para hoje para Portugal continental céu pouco nublado ou limpo, vento em geral fraco e uma pequena subida da temperatura mínima.

Prevê ainda uma subida da temperatura máxima, em especial nas regiões do interior Norte e Centro, no Alentejo e na região do vale do Tejo.

Para o arquipélago da Madeira, prevê-se céu geralmente muito nublado, apresentando-se geralmente pouco nublado nas vertentes sul.

Possibilidade de ocorrência de períodos de chuva fraca nas vertentes norte e na ilha de Porto Santo.

Já nos Açores, no grupo ocidental, o céu terá períodos de céu muito nublado e nos grupos central e oriental podem ocorrer aguaceiros fracos.

As temperaturas máximas atingirão os 28 graus celsius em Lisboa, 30 em Faro e 24 no Porto, em Santa da Cruz da Flores, em Ponta Delgada e 25 graus em Angra do Heroísmo, Horta e Funchal.

HN // SO

Lusa/Fim

Este texto da agência Lusa foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG