Operação Natal: Três mortos e sete feridos graves

Três mortos e sete feridos graves é o balanço provisório do primeiro dia da Operação Natal 2011, que começou às 00:00 de sexta-feira e termina às 24:00 de segunda-feira, informou a GNR.

O primeiro acidente ocorreu à 01:45 na estrada EN4, em Arraiolos, com um despiste de um veículo ligeiro a resultar num morto e em três feridos graves.

Na mesma estrada, mas em Vimieiro, um choque frontal, às 06:35, entre um pesado e um ciclomotor provocou a morte ao condutor deste.

Na autoestrada A2, próximo de Aljustrel, um despiste de um ligeiro, seguido de capotamento, às 13:45, acabou na morte da sua condutora e em ferimentos graves em outros quatro ocupantes.

O acidente, que poderá ter tido origem no excesso de velocidade, levou ao corte temporário do trânsito no local.

No patrulhamento das estradas, a GNR estará particularmente atenta ao controlo da velocidade, à habilitação legal para conduzir, à condução sob a influência do álcool e de substâncias psicotrópicas, bem como ao cumprimento das regras de trânsito.

Segundo a GNR, sabendo que as festividades ligadas ao Natal provocam um aumento significativo de tráfego rodoviário, que potencia uma maior insegurança nas estradas, os militares estarão também atentos à não utilização do cinto de segurança e de sistemas de retenção e ao uso indevido de telemóveis durante a condução.

Em 2010, a GNR contabilizou oito mortos em 868 acidentes de viação ocorridos nos quatro dias da Operação Natal, o dobro das vítimas mortais registadas no mesmo período de 2009.

As infrações mais detetadas na altura foram a velocidade excessiva, o uso de telemóvel ao volante e a condução e as manobras perigosas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG