Oficiais faltam a evento devido à presença de ministro

A Associação dos Oficiais das Forças Armadas (AOFA) divulgou hoje que faltou às comemorações dos 40 anos da Associação dos Deficientes das Forças Armadas devido à presença do ministro da Defesa.

Em comunicado, a AOFA, presidida por Manuel Cracel, afirmou que não estaria presente por "uma razão, a presença do ministro da Defesa Nacional" que disse simbolizar a "penalização a que vêm sendo sujeitas as Forças Armadas e os militares que até têm posto em causa missões indispensáveis ao país".

"A nossa presença na mesma sala não seria compreendida pelos que nele veem o representante das políticas que, para além dos nossos concidadãos, tanto têm penalizado as Forças Armadas e os militares", justificou Manuel Cracel, na carta que dirigiu ao presidente da ADFA, a justificar a ausência.

Segundo Manuel Cracel, é a primeira vez que a Associação dos Oficiais não se faz representar oficialmente no aniversário da ADFA, que todos os anos é assinalado formalmente.

"Os oficiais não se conformam com a situação a que o país chegou, nem com a forma iníqua e injusta como os sacrifícios, ainda que se viessem a considerar necessários, são impostos", justificou.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG