O quarto pior resultado do PSD desde 1976

O resultado alcançado hoje pelo PS - 29,09 por cento dos votos - é o quarto pior do partido em eleições legislativas desde 1976 e fica apenas a 0,3 por cento do conseguido por Pedro Santana Lopes em 2005.

É preciso recuar mais de 30 anos, até 25 de Abril de 1976, para encontrar o pior resultado do PSD em eleições legislativas: 24,35 por cento.

Já com Sá Carneiro à frente do então PPD, foi Mário Soares que acabou por ganhar as primeiras eleições para a Assembleia da República depois do 25 de Abril de 1974.

Um ano antes tinham-se já realizado eleições para a Assembleia Constituinte, onde o PS também ficou à frente, com 37,87 por cento e o PPD não foi além dos 26,39 por cento.

Em 1983, o resultado foi um pouco melhor, com 27,24 por cento dos votos na lista liderada por Mota Pinto, nas primeiras eleições legislativas realizadas após a morte do antigo primeiro-ministro social-democrata Francisco Sá Carneiro, a 04 de Dezembro de 1980, e a dissolução da AD -- Aliança Democrática.

Há quatro anos e meio, quando José Sócrates conseguiu a primeira maioria absoluta do PS, com 45,03 por cento, o então primeiro-ministro Pedro Santana Lopes também obteve um dos piores resultados de sempre dos sociais-democratas, com 28,77 por cento.

O resultado mais curioso foi alcançado em 1983, com o agora Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, a vencer as eleições com apenas 29,87 por cento dos votos, numas eleições em que o PRD, liderado por Hermínio Martinho, ficou em terceiro lugar, com pouco mais de 17 por cento dos votos e apenas a três pontos percentuais do PS de Almeida Santos.

Em 1995 e 1999, primeiro com Fernando Nogueira e depois com José Manuel Durão Barroso, o PSD perdeu também as eleições para o socialista António Guterres, mas conseguiu nas duas ocasiões ficar acima da fasquia dos 30 por cento: em 1995 alcançando 34,12 por cento e em 1999 a ficar com 32,32 por cento.

Em 1979, 1980, 1985, 1987, 1991 e 2002, os sociais-democratas ganharam as legislativas, primeiro com Sá Carneiro, que liderava a AD no final da década de 70 e início da década de 80.

Em 1985, Cavaco Silva vence pela primeira vez umas eleições legislativas, mas só em 1985 e 1987 consegue chegar à maioria absoluta, com os históricos resultados de mais de 50 por cento dos votos (50,22 por cento em 1987 e 50,60 por cento em 1991).

Com o actual presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, o PSD venceu com 40,21 por cento.

VAM.