O ano em que a Justiça brilhou? Advogados acham que é cedo

Este é o ano em que os tribunais prendem um ex-primeiro ministro, condenam dois ex-ministros, Maria de Lurdes Rodrigues e Vara e pedem caução milionária a Ricardo Salgado.

A mentalidade da magistratura portuguesa está a mudar? Os decisores políticos e a nata financeira estão a ser agarrados pela Justiça portuguesa?

"Algo está a mudar, estamos a assistir a um momento de transição mas ainda é cedo para tirar conclusões", responde Marinho e Pinto, ex-bastonário da Ordem dos Advogados (OA). Os magistrados, advogados e procuradores do Ministério Público (MP) contactados pelo DN são unânimes num ponto. "É verdade que a balança está a deixar de ter dois pesos e duas medidas para os suspeitos mas a ver vamos como fica tudo isto: acusações e condenações? será que vão existir?",questiona um juiz desembargador contactado pelo DN.

Leia mais na edição impressa ou no epaper do DN

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG