Nos próximos anos serão necessários menos professores

O ministro da Educação e Ciência, Nuno Crato, admitiu hoje que nos próximos anos deverá haver necessidade de menos professores, face à redução da taxa de natalidade.

"A redução da natalidade está-se a refletir em todos os níveis de ensino e está progressivamente a chegar do básico ao secundário. É natural que haja uma série de professores que se reformem e não sejam substituídos", disse Nuno Crato.

O governante garantiu que o Ministério está a contratar os professores "que são estritamente necessários".

"Nem poderia ser de outra maneira, nos momentos que vivemos", sublinhou.

Por isso, admitiu que "é provável que haja menos professores nos próximos anos".

Crato falava em Famalicão, à margem de um colóquio internacional sobre os 150 anos da obra de Camilo Castelo Branco "Amor de Perdição".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG