PJ recupera centenas de livros furtados da biblioteca

Com a conivência da companheira, funcionária de uma biblioteca pública do distrito do Porto, um indivíduo terá roubado mais de 700 livros.

A Polícia Judiciária, através da Directoria do Norte, identificou um homem por furto de livros de uma biblioteca municipal do distrito do Porto, ao qual foi feita a apreensão de mais de sete centenas dos livros que vinham sendo subtraídos.

O indivíduo, constituído arguido e notificado para comparecer perante o Ministério Público para eventual submissão a primeiro interrogatório judicial e aplicação de medidas de coacção, agindo de forma concertada com a companheira, que é funcionária da biblioteca, apropriar-se-ia dos livros, que posteriormente vendia através de sítios da Internet.

Até à presente data, o arguido terá vendido mais de 800 livros da biblioteca, dos quais esta Polícia, em busca realizada, fez a recuperação dos já mencionados 700, alguns já embalados para seguir por via postal para os ciber-adquirentes.

Por esta actividade ilícita, que durava há cerca de um ano, o rendimento mensal médio do arguido e da companheira seria acrescido de cerca 500 euros, apesar de muitos dos livros serem vendidos por valores inferiores a 5 euros. De anotar que o arguido, com cerca de 40 anos de idade, é vendedor desempregado e tem antecedentes criminais por crimes de furto, burla e de emissão de cheques sem provisão.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG