PCP formaliza queixa sobre eleição "ilegal" de vereador

Os eleitos do PCP na Assembleia Municipal do Porto apresentaram queixa à IGAL - Inspecção Geral da Administração Local e ao Ministério Público sobre as irregularidades da opção da coligação PSD/CDS acerca do exercício do mandato do vereador Manuel Gonçalves.

Para o comunistas, embora Rui Rio tenha optado em proceder à substituição temporária do vereador Manuel Gonçalves até que este seja fiscalmente reabilitado "é criticável do ponto de vista político, na medida traz prejuízos para a credibilidade e para gestão do Município, mas também do ponto de vista da sua irregularidade formal, na medida em que mesmo que a situação de insolvência de Manuel Gonçalves seja resolvida num futuro próximo tal não retira a ilegalidade da sua candidatura no passado"

A 3 de fevereiro a CDU denunciou a situação do vereador, entretanto substituído por Manuel Sampaio Pimentel. Manuel Gonçalves foi considerado, em 2008, insolvente, o que para os comunistas, "impedia, legalmente, de se ter candidatado à Câmara Municipal do Porto em 2009".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG