Matou um irmão e feriu outro à paulada

Já por diversas vezes tinha ameaçado que mataria os irmãos. Hoje, da ameaça passou à acção e, com um pau, agrediu os dois, tendo acabo por matar o mais velho, de 61 anos, e deixado o outro, na casa dos 50, gravemente ferido.

Ao DN, fonte do Comando Geral da GNR, disse que foi pedida a intervenção da Guarda para "agir numa situação de desavença familiar e, quando a patrulha chegou ao local, deparou-se com um um indivíduo morto e outro ferido". Ao que foi apurado, diz a mesma fonte, "a vítima mortal padeceria de uma doença cardiovascular". Testemunhas locais asseguraram ao militares que "desavenças antigas entre os irmãos terão estado na origem da agressão"

De acordo com o Jornal de Notícias, tudo aconteceu pelas 09.30, em S. Pedro da Torre, em Valença, quando o agressor, também com cerca de 50, entrou na casa da vítima mortal. Ao chegar, encontrou os seus dois irmãos à conversa na cozinha da casa do mais velho. Sem que se conheçam, para já, os motivos (diz a GNR), o homem irrompeu pela cozinha e, com um pau na mão, começou à paulada aos dois irmãos.

Do mais velho, o que acabou por morrer no local, sabe-se apenas que é um ex-emigrante no Canadá e que sofreria de doença cardiovascular. O ferido, sobre o qual ainda não há informações, foi transportado para o Hospital de Viana do Castelo, disse a fonte do Comando ao DN.

Quanto ao agressor, que já tinha anunciado, mais do que uma vez, que havia de matar os irmãos, consta que terá problemas relacionados com o uso de drogas velho, um ex-emigrante no Canadá. O agressor foi detido pela GNR. Segundo JN, o corpo do ex-emigrante ainda se encontra no chão da cozinha, aguardando a chegada do delegado de saúde.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG