50 mil esperados na peregrinação de Santa Luzia

Cerca de 50 mil peregrinos são esperados, este domingo, na peregrinação ao Sagrado Coração de Jesus, que liga a cidade de Viana do Castelo ao santuário situado no cimo do monte de Santa Luzia, disse hoje à Lusa fonte da organização.

"Depende sempre do tempo, mas todos os anos cerca de 50 mil pessoas sobem o monte a pé para cumprir as suas promessas. Este ano, estamos a contar com bom tempo. Esse número será cumprido", adiantou João Ferreira, da Confraria de Santa Luzia.

A tradição, organizada em conjunto pela Confraria e pela Diocese de Viana do Castelo, realiza-se desde 1918, antes do verão. Tem a sua origem num voto formulado pela população da cidade rogando proteção à epidemia pneumónica que na altura provocava muitos mortos na região.

A peregrinação diocesana reúne crentes de todas as freguesias do concelho e de outros pontos do país.

O percurso parte às 09:00 de domingo da igreja de S. Domingos, no centro da cidade, e termina após a eucaristia marcada para as 11:00 junto ao santuário de Santa Luzia, presidida pelo bispo diocesano de Viana do Castelo, Anacleto de Oliveira.

Este ano aquela celebração, realizada ao ar livre, vai decorrer no novo anfiteatro construído pela Confraria, com capacidade para acolher cerca de 700 pessoas sentadas.

Além da inauguração do novo espaço, integrado no Jardim das Tílias, as cerimónias religiosas vão ainda ser marcadas pelo fim do périplo das relíquias de frei Bartolomeu dos Mártires pelas 291 paróquias da Diocese, numa iniciativa integrada nas comemorações dos 500 anos do nascimento do Beato.

A peregrinação até ao santuário de Santa Luzia faz-se por um percurso sinuoso de acentuado declive, que leva cerca de duas horas a percorrer a pé. Há quem decida cumprir a promessa subindo os 742 degraus do escadório que liga a cidade ao monte.

Outra alternativa ao dispor dos peregrinos é o elevador de Santa Luzia. O funicular tem um percurso de 650 metros que leva cerca de oito minutos a completar e é considerado o mais extenso do país.

Reza a tradição que, no final das cerimónias religiosas, os peregrinos almocem em família, distribuídos nos inúmeros espaços verdes espalhados pela envolvente ao santuário.

A peregrinação implica o corte de trânsito a todo o tipo de veículos na estrada de acesso a Santa Luzia a partir das 8:30 e até às 12:00. Segundo a PSP de Viana do Castelo, a circulação automóvel será também proibida, durante todo o dia, a autocarros que estejam a realizar excursões.

No final da procissão os autocarros do serviço urbano irão assegurar o transporte de peregrinos.

O acesso ao serviço de urgência do hospital da cidade também sofre alterações. Ambulâncias e viaturas particulares são encaminhadas para a entrada existente nas traseiras da unidade, entre as 8:30 e as 10:30.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Rosália Amorim

"Sem emoção não há uma boa relação"

A frase calorosa é do primeiro-ministro António Costa, na visita oficial a Angola. Foi recebido com pompa e circunstância, por oito ministros e pelo governador do banco central e com honras de parada militar. Em África a simbologia desta grande receção foi marcante e é verdadeiramente importante. Angola demonstrou, para dentro e para fora, que Portugal continua a ser um parceiro importante. Ontem, o encontro previsto com João Lourenço foi igualmente simbólico e relevante para o futuro desta aliança estratégica.