Incêndio em comboio no Douro obriga à retirada de passageiros

Um fogo deflagrou esta manhã num comboio de passageiros da CP junto ao apeadeiro de Barqueiros, Mesão Frio. Não há feridos a registar.

O alerta foi dado pelas 12.00, mas a CP ainda não sabe adiantar quais foram as causas do fogo. Os sete passageiros que seguiam a bordo do comboio [que fazia o trajeto entre Caíde e a Régua] "não sofreram quaisquer ferimentos e foram calmamente retirados da composição", informou o gabinete de imprensa da CP.

Os bombeiros de Mesão Frio tomaram conta da ocorrência. Segundo O Centro Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Vila Real, o fogo terá deflagrado no motor e alastrado à carruagem mas foi "rapidamente extinto".

O comandante dos bombeiros de Mesão Frio, Paulo Silva, disse à Agência Lusa que as chamas deflagraram na parte inferior de uma das carruagens, suspeitando-se de que o fogo tenha tido origem "num problema elétrico".

Paulo Silva referiu que os passageiros foram todos retirados da composição "sem pânico" e que aguardam agora por um transporte alternativo. O comandante contabiliza "apenas danos materiais". Os bombeiros procedem a operações de rescaldo e de vigilância do comboio, para evitar reacendimentos.

Catorze homens da corporação de Mesão Frio deslocaram-se ao local, com o apoio de quatro viaturas.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG