Incêndio destrói três habitações e desaloja seis pessoas

Um incêndio hoje, pelas 09:00, em Espinho, concelho de Mangualde, destruiu por completo duas habitações e "danificou bastante uma terceira casa", deixando desalojadas seis pessoas, disse à Agência Lusa fonte dos Bombeiros de Mangualde.

O fogo "deixou totalmente destruídas duas habitações de pequenas dimensões", onde viviam um casal, numa delas, e um casal e um filho, noutra, adiantou o segundo comandante dos voluntários daquela cidade, José António Correia.

Outra residência, igualmente unifamiliar, onde vive uma mulher, foi também atingida pelas chamas, mas "não tanto quanto as outras duas casas", tendo, no entanto, ficado "sem quaisquer condições de ser habitada", acrescentou aquele responsável.

Um quarto edifício foi ainda afetado, mas "apenas ligeiramente, sofrendo pequenos danos no telhado", disse José António Correia, sublinhando que as chamas "ameaçaram todo o quarteirão", formado por casas unifamiliares, "todas já bastante antigas".

Embora o Serviço Municipal de Protecção Civil de Mangualde tenha disponibilizado alojamento, os seis desalojados "deverão ser acolhidos por familiares", admitiu a mesma fonte.

São ainda desconhecidas as causas do incêndio, que deflagrou numa das duas habitações que arderam por completo, disse José António Correia, revelando que quando os bombeiros chegaram ao local a casa já estava completamente envolvida pelas chamas".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG