Feridos transportados para o hospital e linha sem restrições à circulação

Os dois feridos graves do acidente que envolveu um comboio e uma carrinha na linha do Douro, cerca das 16:50, já foram transportados para o Hospital de Vila Real, depois de assistidos e avaliados pelo INEM no local, disse à Lusa fonte dos bombeiros.

Um dos feridos, considerado mais grave, foi, segundo o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Viseu, transportado de helicóptero, e o outro por ambulância.

O transporte dos feridos para o hospital aconteceu cerca de uma hora após o acidente, que teve lugar próximo da localidade de Vale de Figueira, São João da Pesqueira.

O comboio, que seguia na Linha do Douro, abalroou uma carrinha, cujos ocupantes ficaram encarcerados na viatura acidentada.

O comandante dos bombeiros de São João da Pesqueira, Paulo Esteves, adiantou à Lusa que, após as operações de socorro, o comboio envolvido no acidente prosseguiu viagem e tiveram início os trabalhos de remoção da viatura acidentada, que ficou numa das margens do rio.

O gabinete de comunicação da Refer confirmou à Lusa que a linha do Douro não foi encerrada, exceto durante as operações de socorro.

A mesma fonte explicou ainda que o local do acidente, uma passagem de nível sem guarda e sem cancela é particular, normalmente de acesso a propriedades privadas, e onde a gestão é da responsabilidade dos proprietários.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG