Estudante julgado por agredir homem que acabou por morrer

O jovem estudante cabo-verdiano acusado de agredir junto à rotunda das piscinas um homem, de 60 anos, que acabou por morrer, começa hoje a ser julgado no Tribunal de Braga.

Os factos remontam a 9 abril do ano passado quando o arguido, de 21 anos, por volta das 4.30 e após ter percorrido com os amigos vários bares da cidade, dirigiu-se para a roulote de venda de bifanas, estacionada no largo do antigo mercado abastecedor, junto à rotunda das piscinas da Rodovia.

Embriagado, o arguido causou desacatos, insultou outros clientes e dali acabou por ser levado pelos amigos. Já em direção à rotunda um dos elementos do grupo meteu conversa com a vítima, António Lopes Peixoto, conhecido pela alcunha "Lopinhos", de 60 anos.

O arguido intrometeu-se arrancou os óculos da vítima, deu um salto e com o pé atingiu-o violentamente no peito, num golpe de artes marciais. António Peixoto caiu de costas e embateu violentamente com a cabeça no chão. Morreu três dias depois no hospital.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG