Colega de bombeira vítima do fogo em estado muito grave

O fogo que fez hoje uma vítima mortal em Gondomar, uma bombeira voluntária de Lourosa com 21 anos, não está ainda controlado. O bombeiro que ficou com ferimentos encontra-se em 'estado muito grave', com 60 por cento do corpo queimado.

O comandante dos bombeiros de Lourosa, José Oliveira, contactado pelo Diário de Notícias, está a combater o incêndio e não soube adiantar pormenores sobre a bombeira que morreu carbonizada. 'Chamava-se Josefa...', afirmou apenas.

De acordo com a SIC Notícias, a bombeira tinha 21 anos e estudava Engenharia Biomédica no Porto.

Já o bombeiro que ficou ferido com gravidade tem queimaduras em 60 por cento do corpo e está no Centro Hospitalar de Gaia, disse à Lusa fonte do INEM.

Fonte do Centro Hospitalar de Gaia afirmou à Lusa que o bombeiro de 53 anos deu entrada com queimaduras de primeiro, segundo e terceiro grau, sendo a situação mais complicada uma queimadura de terceiro grau na perna direita.

O ferido encontra-se neste momento no bloco operatório para uma cirurgia vascular de emergência.

O INEM disse ainda à Lusa que os restantes quatro feridos ligeiros resultantes do fogo que vitimou a jovem dos Voluntários de Lourosa foram socorridos no local.

'O fogo não está controlado e o vento não está a ajudar', descreveu ao DN José Oliveira.

Fonte do INEM diz ter recebido às 15:42 a indicação de que haveria bombeiros rodeados pelas chamas num incêndio na freguesia da Lomba, Gondomar, tendo enviado para o local o Helicóptero 2, do Porto, a VMER de Gaia e uma equipa de psicólogos.

O presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses, Duarte Caldeira, explicou à Lusa que 'esta é uma circunstância que decorre de se estar numa acção directa de combate em que há uma rotação súbita de vento'.

Esta é a segunda vítima mortal resultante do combate às chamas registada apenas nesta semana, tendo segunda feira morrido um bombeiro da corporação de Alcobaça na sequência do despiste de um veículo tanque onde seguia, durante um incêndio em São Pedro do Sul.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG